10.12.09

Sonho de menino - Mano Brown

Me identifiquei com essa foto do Brown compondo, quando ainda era jovem. Parece eu atualmente, quebrando a cabeça pra compor umas rimas verdadeiras pro povo. Bolei uma poesia, não sei se o Brown vai gostar ( se ele vai chegar a ver) ou não, mas fiz de coração. Acompanhem:

Sonho de menino - para Mano Brown
Era jovem ainda, não na estatura ou no destino
Talvez no cáracter, nos sonhos lindos
De repente não pensava, não imaginava
Onde tudo isso ia chegar
Mas botava fé em seu taco
E sabia que seu espaço ia conquistar
Tinha visão, loucura e inteligência
Talvez tudo na mesma proporção
Tinha rimas na cabeça
E a liberdade pra negritude no coração
Sabia onde queria chegar
Mas não talvez não imaginasse
Que o Brasil periferia ia conquistar
A elite se interessa por suas letras
Por suas músicas e até suas bombetas
Mas quem é sabe, que isso não ilude
O importante é ter consciência e atitude
Que nem teve Pedro Paulo
Quando seu caminho trilhou
O Rap Nacional exaltou, elevou
E milhões de jovens inspirou.

PS: Esse mês tem Mano Brown como capa da Revista Rolling Stones. Olha o progresso!

3 comentários:

De Lourdes disse...

Matei as saudades na Cooperifa, muito bom vc e sua esposa!
Bjs!

Jéssica Balbino disse...

que lindeza gente !

cria da rua disse...

salve chapow muleke doido..caramba mano brown influenciou uma geração inteira dos anos 90 nego e vem influenciando ate hj sumemu....