2.8.08

Vidas Secas - Graciliano Ramos

Clique na foto pra ampliar
Nela você pode ver, que na minha mão está o Vidas Secas, se você observar bem verá a foto do Graciliano. Cooperifa dia 30/07/2008.
Foto: Sérgio Vaz
Estou quase terminando esse clássico da literatura Brasileira, Vidas secas de Graciliano Ramos, que conta a história de uma família do sertão nordestino. É um livro ótimo, marcante, que narra a história da cachorra baleia, Fabiano, os dois irmão e Sinha Vitória. Na seca a família acaba tendo que comer preá assado, trazido por Baleia a cachorrinha fiel da família. Mostra o sonho de sinha vitória em ter uma cama de couro, os conflitos de Fabiano frente ao Soldado Amarelo ( coxinha da época), a simpática cachorrinha Baleia e suas deduções. Não vou contar mais do livro, por quê não terminei de ler ainda. Mas vidas secas, é um livro que revolta e inquieta a pessoa que o lê. Eu por exemplo que tenho pai, que veio do nordeste, sei como é várias coisas que a seca trás como castigo ao povo nordestino. E esse livro inflama mais ainda, a revolta que sentimos por dentro, quando nos deparamos com as injustiças que são feitas, ao povo que não tem estudo e nem instrução. Vale a pena ler o Vidas Secas de Graciliano Ramos, que vale também como estudo, pro Vestibular Fuvest, que vou prestar. É isso ai.

Um comentário:

Preta disse...

Oi Amigo!
Estou procurando o livro Dom Casmurro, não sei se emprestei e não me entregaram, mas se não encontrar, pegarei na biblioteca da escola, tá!
Bjs