25.5.10

Cabide de emprego por Dicró



Mil grau e coisa e tal, essa música do Dicró. Parece um RAP, só que em formato de samba. O crime é a maior fábrica de fazer dinheiro no Brasil, e não estou falando do lado ílicito. Acompanhe a letra e ouça o samba:



Cabide de emprego

Se não fosse o crime, muita gente morria de fome
O vagabundo é quem garante o pagamento
Se não fosse o crime, muita gente morria de fome
O vagabundo é quem garante o pagamento dos homens
Porque um preso da vários empregos, você pode acreditar
É um policia pra prender
Um delegado pra autuar
Um promotor pra fazer a caveira
Um juiz pra condenar
Um carcereiro pra tomar conta
E um advogado pra soltar
Se não fosse o crime, muita gente morria de fome
O vagabundo é quem garante o pagamento dos homens
Eu não faço apologia, mas infelizmente é verdade
Existe o bem e o mal
Em todo canto da cidade
Quem nunca foi assaltado, por favor, levante o dedo
A maré esta tão braba, que eu já ando até com medo dos homens
Porque um preso da vários empregos, você pode acreditar
É um policia pra prender
Um delegado pra autuar
Um promotor pra fazer a caveira
Um juiz pra condenar
Um carcereiro pra tomar conta
E um advogado pra soltar
Se não fosse o crime, muita gente morria de fome
O vagabundo é quem garante o pagamento dos homens
Eu não faço apologia, mas infelizmente é verdade
Existe o bem e o mal
Em todo canto da cidade
Quem nunca foi assaltado, por favor, levante o dedo
A maré esta tão braba, que eu já ando até com medo

Um comentário:

vato cria das ruas... disse...

samba de raiz né tru dicró tenhu varius som dele monstrão msm...