14.11.09

Só quero ler em paz

Dia desses me fiz uma pergunta...
Aonde quero chegar com tudo isso, blog, grupo de rap ( que não canta a mais de 10 meses), poesia, literatura, estudos, cultura?
É foda sabe, nunca fui de me lamentar a toa, sempre fui guerreiro e trabalhador, mas é que tem coisas que não entendo. As vezes me sinto de mãos atadas por esse sistema que está ai, me sinto indefeso, justamente por conter a informação, e não conseguir propagar da forma que gostaria.
Quando entro pro setor de serviço, toda a cultura e a informação que está dentro de mim, vai por água abaixo, ou alguém sabe me dizer, pra que o livro de Machado de Assis serve pra quem fatia frios?
E todo o meu teor crítico aonde fica, quando o patrão dá as ordens, sem podermos bater de frente, muito menos desacatar as ordens, no mínimo podemos tentar reparar algo?
E o pior de tudo, quando alguém se depara com você lendo, te chamar de pastor, ou desdenhar da leitura, como se fosse algo fútil e vazio pras nossas vidas, o que faço?
É meus camaradas essa coisas nos deixa, com excesso de inconformismo.
Esse inconformismo vai sobrevivendo, de certa forma, que no final das contas só me resta algo de útil pra fazer: ler.
Se não der pra eu realizar a maioria das coisas que eu busco, tenho ao menos um desejo, quero ler em paz, ler aqueles que conseguiram realizar, buscar e ousar, se caso eu talvez, não consiga alcançar tudo isso. Pois como o próprio Ferréz diz, quando a gente lê a gente se perde da realidade, e caminha em liberdade, por páginas e mais páginas, até sermos despertados pela realidade. Só quero ler em paz.

Um comentário:

conteudo da rua disse...

pd cre mano sabe aquela fita !!
um dia frio e um bom lugar pra ler um livro..q leve meus pensamentos pra bem longe daqui ...paz...........