6.11.08

Vamos começar por quêm

Votando à ativa de verdade, vamos começar falando de quem. Ah sim, vamos falar dos felizes torcedores do Massa na Fórmula 1.
Nada mais feliz, ver a burguesia vestida de " piloto de fórmula 1", nada mais lindo ver eles gritando Felipe Massa do alambrado, e o povo se contorcendo das lajes, e dos cingapuras pra ver de longe a pista, sonhando em estar nas arquibancadas.
Não nada de criticar, mas quando eu estava indo ao teatro domingo vi a elite de camiseta vermelhinha e bonézinho da ferrari por ai.
Se eu for lembrar então o quanto custa só um pneu de um carro daqueles, então eu sinto vontade de vomitar, meu salário não chega dois salários mínimos, e um pneu daqueles gasto paga não sei quantos meses do meu salário.
E o futebol, e o Corinthians?
Bom pelo menos o povo lota estádio, e lá nas arquibancadas de Interlagos, dificilmente eu encontraria periférico.
Eu assiste a corrida sim, mas quando bate o realismo na nossa cara, a gente percebe, que no nosso bairro ainda não tem cultura, não tem arte e nem lazer, e mesmo assim a gente se esforça e doa livro novo pra biblioteca comunitária, pros moleques que vão no lugar, ter orgulho da gente. Nada contra o Felipe Massa, até gostei de ele ter ganho, e de um negro ter sido campeão, mas quando a gente olha pra rua, e vê os mesmos rostos desacreditados, percebemos que ainda estamos no mundo irreal.
Pior do que isso, só você ver um nóia abrindo a porta de uma casa pra pegar umas latinhas, e depois perceber que ele não morava ali, e que estava roubando. Você com a sua mina assistir ele tomando várias porradas, do filho da dona da casa e das latas, tomar muito tapa e depois sair correndo.
A pedra e o pó mata vários por aqui, pessoas roubando pra comer, pessoas roubando pra manter o vício, pessoas pegando dois ônibus pra ir trampar e suando o salário pra pagar faculdade particular, enquanto o governo promete faculdade pública.
Ainda to colocando a cabeça no lugar, mas já era hora de vir aqui expor meus pensamentos. A banalidade toma conta, mas a literatura marginal/periférica se levanta pra fazer algo de bom pelos nossos. Quer uma prova, amplie a imagem a baixo que verá o que eu digo. Após uma quarta de Cooperifa, parece que o espírito de mudança renasce nos meus pensamentos. Da periferia pra periferia:

SEMANA DE MOSTRA CULTURAL DA PERIFERIA
DE 18 À 23 DE NOVEMBRO


e o melhor de tudo, é tudo de graça! então aproveite!

maiores informações: www.colecionadordepedras.blogspot.com

2 comentários:

Anônimo disse...

Nunca se esqueça que antes de criticar algo deve-se olhar de várias formas o mesmo a ser "vítima"... Do piloto de fórmula 1 ao jogador milhonário, existe alguns passos? Creio que não.
Organize suas idéias e as coloque em separado, pois não é fácil conseguir explicar fanatismo junto com desigualdade social, bem complexo por sinal...

Enfim, dicas...

Att
R.P Ushoua

fabio disse...

O foda é ouvir as vaias e xingamentos dirigidos ao Hamilton vindos das arquibancadas da torcida-Daslu-tucana (macaco, fdp etc). E ainda dizem que aqui não há racismo...Isso me revolta, mano!