16.9.09

Um poema dedicado com amor

Todo o, aquele

Todo poderoso quer menosprezar um trabalho inovador.
Todo idiota quer, furar de bala, um sonhador.
Todo ser que sonhar, sentiu a dor.
Todo ser que escreve, no poder da palavra, já é um escritor.
E todo aquele que não acredita, será um perdedor
E aquele que persistir, esse sim, será um grande vencedor.

DEDICADO Á:

Ferréz escritor, amigo e muito mais.

dedicado também à:
JÉSSICA BALBINO
Robson Canto
Sérgio Vaz
Érica Peçanha
Jairo (PERIAFRICANIA)
BRANCO ( ENIGMAS DE PERIFERIA)
Buzo
Sacolinha, entre outros guerreiros da perifa ou não, que moram no meu coração.

3 comentários:

moises disse...

LOKO MANO LOKO LOKO SEM PALAVRAS
É POR ESSA E OUTRA Q SEMPRE INDICO SEU BLOG PRUS MANOS E MINAS .....ISSUMEMU......SITONOIA MONSTRA......SIEMPRE VATO LOCO..............

Jéssica Balbino disse...

lindooooo
adorei o texto !
vou furtar e postar no meu blog, com os devidos créditos !
bjo

Érica Peçanha disse...

Obrigada por também dedicar a mim. Muito bom, adorei!